O que fazer em Barcelona: Guia ideal para quem vai pela primeira vez!

O que fazer em Barcelona: Guia ideal para quem vai pela primeira vez!

Se está organizando uma eurotrip, super aconselho incluir Barcelona no roteiro. Te garanto que não vai se arrepender. “Ok, Rafa! Mas o que fazer em Barcelona?” Primeiramente, digo que há das inúmeras coisas para ver e fazer. O ideal é reservar pelo menos três dias para conhecer os principais lugares turísticos, a vida diurna e noturna. E se tiver mais dias livres, a dica fazer bate-volta para conhecer as praias belíssimas ao redor de Barcelona.

Adoro Paris e Londres, mas Barcelona também tem um lugar especial no meu coração. Para mim, a cidade tem uma energia muito boa, sem falar das construções impressionantes idealizadas por Gaudí.

 

O QUE FAZER EM BARCELONA EM 3 DIAS

Antes de falar dos lugares a serem visitados, vale dizer que Barcelona é a capital da Catalunha, então os habitantes falam o espanhol e o catalão. Contudo, por ser uma cidade turística, você consegue se comunicar em inglês facilmente, ou dar aquela enrolada com o portunhol.

Muitos dos lugares à serem visitados foram projetos por Gaudí. Para quem não o conhece, Antoní Gaudí foi um arquiteto moderno para a época. Em suas obras, ele gostava de trabalhar com cerâmica, vitral, ferro forjado e marcenaria.

Agora vamos ao que interessa: o que fazer em Barcelona. Além disso, no final te darei dicas de onde comer e beber, assim como sugestões de hospedagem e dicas extras.

barcelona_sagrada-familia

SAGRADA FAMÍLIA

Eu diria que a Catedral Sagrada Família é a Torre Eiffel por ser o principal ponto turístico de Barcelona, mesmo sem estar finalizada ainda. A construção começou em 1882, mas no ano seguinte Gaudí assumiu o projeto e mudou todo o estilo da Catedral, tornando-a uma obra de arte, internamente e externamente. Embora a obra esteja prevista para acabar em 2020 e poucos, já foi reconhecida pela UNESCO e impressiona com a riqueza de detalhes, as cores, as várias torres altas, e todo o seu estilo.

Na minha primeira vez à Barcelona, eu acabei não entrando na catedral, mas na minha segunda vez, eu decidi entrar e só pensei em uma coisa: “Devia ter visitado antes”. Sério! É muito lindo por dentro!

Recomendo pegar um audioguia (tem em português) para entender melhor. E para evitar filas aconselho comprar o ingresso com antecedência, pela internet. Pode ser no site oficial ou pela Ticketbar, onde tem algumas opções de combo com outras atrações.

Endereço: Carrer de Mallorca, 401, 08013 Barcelona

Ingressos: a partir de 15€

 

parc-guell-barcelona-o-que-fazer

PARC GÜELL

Situado um pouco mais afastado do centro da cidade, em uma região alta de Barcelona, é mais um projeto de Gaudí. Foi feito sob encomenda de Eusebi Güell para ser um “condomínio” de casas de luxo. O arquiteto espanhol soube muito bem como tornar a natureza e as construções modernas em elementos complementares.

No Parque Güell é possível ver onde Gaudí viveu durante anos. A casa se tornou um mini museu com acervos e objetos pessoais deste arquiteto modernista.

Endereço: Carrer d’Olot, s/n Barcelona

Ingressos: 7,50€

 

casa-batlo-o-que-fazer-em-barcelona

CASA BATLÓ

A Casa Batló, que antes era um edifício como qualquer outro, passou por uma mega transformação. Gaudí foi o responsável pelo projeto e repaginou tanto a fachada quanto o interior do prédio. Através de uma visita guiada com áudio e vídeo, você irá descobrir a história e todos os detalhes dessa propriedade.

Em uma hora de visita, aproximadamente, você vai entender porque o cômodo onde fica a lareira tem inspirações do fundo do mar e perceber as técnicas que foram usadas para aproveitar a luz natural ao máximo, por exemplo. Sem falar que corre o risco de se encantar pelo terraço na cobertura e sua vista de Barcelona.

Para evitar filas, sugiro comprar o bilhete pela internet. Pode ser no site oficial ou no site da Viator que oferece a opção “Evite as filas: Ingresso para a Casa Batlló de Gaudi com Excursão com Áudio”.

Enderço: Passeig de Gràcia, 43, 08007 Barcelona, Espanha

Ingressos: 24,50€ (compra online)

 

o-que-fazer-barcelona-palau-de-la-musica

PALAU DE LA MÚSICA

Um dos lugares que eu mais gostei em Barcelona foi o Palau da Música Catalana – não está entre os lugares mais visitados pelos turistas. É um auditório de música que funciona normalmente, com shows e espetáculos, e que permite visitas guiadas. As visitas duram cerca de uma hora e são feitas em inglês, espanhol, francês ou em italiano.

⇒ Dica: procure comprar o ingresso antecipadamente, no site oficial do Palau de de la Música Catalana. Achei a bilheteria do lugar meio confusa…

Endereço: C/ Palau de la Música, 4-6, 08003 Barcelona

Ingressos: 20€

roteiro-barcelona-casa-mila

CASA MILÀ (PEDREIRA)

Ao ver a reforma do prédio de seu sócio Batló, Roger Segimon de Milà ficou encantado e escolheu Gaudí para ser responsável pelo projeto do seu prédio. Não muito longe da propriedade de Batló, a Casa Milà, também conhecida como pedreira, pode não chamar tanta atenção por fora, mas por dentro é impressionante. Além do mais, durante a noite, a cobertura da casa se transforma num bar animado, com música ao vivo. Delícia nos dias de verão!

Endereço: Provença, 261-265, 08008 Barcelona

Ingressos: a partir de 22€

 

bairro-gótico-o-que-fazer-em-barcelona

BAIRROS DE BARCELONA

Além da região central da capital da Catalunha, dois bairros são incontornáveis:  Vila de Gràcia e o Bairro Gótico. Começando pelo Gràcia, é um bairro residencial e um pouco fora da rota dos turistas. No entanto, é perfeito para sentir como um barcelonês. Nessa área você encontra muitos bares com as mesas do lado de fora, lojinhas de marcas locais e construções gracinhas. No mês de agosto rola uma festa de rua, onde os moradores decoram as ruas e fica super fofo.

Não sei porque mas o Vila de Gràcia me fez lembrar da Vila Madalena em São Paulo. Talvez seja por essa mistura de antigo com moderno e por ser animada e, ao mesmo tempo, tranquila. Enfim, simplesmente adorei essa área!

O segundo imperdível é o Bairro Gótico. Um lugar bem mais turístico, até mesmo por estar numa região central e perto de lugares famosos como La Rambla. É uma parte antiga de Barcelona que surgiu na época na época Medieval.

O melhor aqui é ir caminhando pelas ruazinhas estreitas, sempre olhando para baixo e para o alto para ver detalhes e vestígios deixados pelos romanos. Por exemplo, na rua del Call você encontra resquícios de uma antiga muralha romana.

 

barcelona-parc-e-la-citadeulla

 

PARC DE LA CITADEULLA

Um dos maiores parques de Barcelona, foi por muito tempo o único da cidade. Construído para a Exposição Universal de 1888, teve como inspiração jardins da Inglaterra, França e Itália. O seu ponto alto é a grande fonte instalada no pequeno lago.

No parque, há várias atividades para fazer, como alugar um barco e passear pelo lago ou andar de bike. Também é bom para fazer um piquenique e descansar as pernas ao som dos passarinhos.

Endereço: Passeig de Picasso, 21, 08003 Barcelona

 

 

mercados-de-barcelona

MERCADOS DE BARCELONA

Basicamente, são mercados abertos com barraquinhas vendendo de tudo. Uma referência no Brasil, eu diria o Mercadão de São Paulo. Visitar lugares assim é uma boa oportunidade para conhecer os costumes e a gastronomia de um lugar.

Embora o mercado La Boqueria seja o mais conhecido, há vários outros no mesmo estilo. O que eu mais gosto é o Mercado de Santa Caterina, também localizado na região central. Ele tem uma arquitetura mais bonita (na minha opinião hehe), bares e restaurantes com mesas do lado de fora, na calçada. Sem falar que é menos turístico o que facilita passeio pelos corredores do mercado, diferente do La Boqueria.

La Boqueria: La Rambla, 91, 08001

Mercado de Santa Caterina: Av. de Francesc Cambó, 16, 08003

 

praias-de-barcelona

PRAIAS DE BARCELONA

A mais famosa é a praia de Barceloneta, e a mais cheia também. Se quiser curtir um dia de praia em Barcelona, com menos turistas e mais locais, minha sugestão é a Platja del Bogatell. Caso tenha tempo, a melhor opção é fazer um bate-volta para uma praia ao lado. Além de serem menos lotadas, a água costuma ser mais limpinha. Duas sugestões: praia Costa Brava ou praia de Castelldefels.

Ah, não se espante se ver mulheres fazendo topless ou até uns peladões, em certas praias. É algo super comum e natural para os espanhóis. 😉

 

 

ONDE COMER E BEBER EM BARCELONA

Antes de dar sugestões de onde comer, preciso comentar sobre a comida típica. Não deixe de comer: paella, bocadillo de jamon (sanduíche com presunto ibérico), churros e, claro, tapas (pequenas porções de comida para beliscar) acompanhado de uma cañya (cerveja em catalão) ou gin tônica, ou ainda de uma sangria. Eu diria que são clássicos e devem fazer parte da sua lista “o que fazer em Barcelona”.

restaurante-barcelona-martinez

◊ Restaurante Martinez: situado na colina de Montjuic, é o melhor lugar para provar uma boa paella e uma sangria com “cava” – tipo a champanhe da Espanha. Minha sugestão é ir na hora do almoço para aproveitar a vista maravilhosa do porto de Barcelona. [Ctra. de Miramar, 38, 08038 Barcelona]

◊ Bar Numero Nueve: se você quer um bar de coquetéis com música ambiente, esse é o lugar. O gin tônica deles é uma delícia! Por ser frequentado por locais e turistas, costuma ficar cheio. Se for o caso, a dica é andar nos arredores, pois é uma área bem animada e cheia de bares. [Carrer de la Vidrieria, 9, 08003 Barcelona]

onde-comer-churros-em-barcelona

◊ Ginette BCN: bar e restaurante para provar tapas à francesa. Isso mesmo! É um restaurante tipicamente francês, incluindo o chefe e os sócios, que propõe clássicos da gastronomia francesa no formato de tapas. Meu favorito lá é entrada “croquetes de pato”. Uma vez lá, digam ao Olivier que a Rafa que indicou. Não prometo preço especial, mas um atendimento mais simpático porque ele é um amigo do meu marido hehe Contudo, se reservar pelo site El Eltenedor rola um descontinho. [Carrer del Rec Comtal, 12, 08003 Barcelona]

◊ Churrería Laietana: o nome já diz tudo, lugar para provar churros. Você encontra churros em qualquer lugar, mas gostei desse endereço. [Via Laietana, 46, 08003 Barcelona]

 

ONDE SE HOSPEDAR EM BARCELONA

Embora tenha metrô e ônibus, minha recomendação é ficar na região central. A maioria dos passeios serão feitos nessa áreas e a pé. Selecionei algumas opções de hospedagem para te ajudar:

onde-ficar-em-barcelona

Royal Passeig de Gracia: com uma decoração minimalista e com todas as comodidades básicas para uma boa estadia, é ideal para casais. Esse hotel está super bem localizado e colado com o metrô. Um outro positivo dele é a possibilidade de reservar em pagamento antecipado e de cancelar gratuitamente.

Generator Hostel Barcelona: opção mais econômica é essa rede internacional de hostel. Diárias a partir de 40 euros por pessoa, em quarto compartilhado. Além do preço em conta, a decoração e o bar são atrativos.

Sweet Inn – Fort Piencótimo para quem está indo em grupo de pessoas de até sete pessoas. Possui três quartos, sala com sofá-cama, banheiro e todos os itens básicos de uma casa.

 

Bom, é isso! Acho que deu para perceber que tem muito o que fazer em Barcelona e que três dias, nas verdade, é pouco. Enfim, espero ter ajudado com o seu roteiro. Se quiser mais dicas de Barcelona ou se tiver algo para acrescentar, me escreve nos comentários. 😉

 

⇒ Leia também:

O que fazer em Londres em 3 dias: Roteiro completo e muitas dicas

Paris em 4 dias: Roteiro perfeito para curtir muito gastando pouco

Três países em um dia: França, Andorra e Espanha saindo de Barcelona

Para dúvidas, comentários, sugestões ou só para dar um Oi mesmo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *