Como se locomover em Paris? 5 ideias para fugir do transporte público

Como se locomover em Paris? 5 ideias para fugir do transporte público

Já falei em alguns outros posts que Paris é uma cidade com uma geografia que permite longas caminhadas a pé, pois não é cheia de longas subidas, exceto em Montmartre. Por isso, eu sempre recomendo tentar fazer a maior parte do passeio andando e, quando precisar e for possível, pegar ônibus ao invés de metrô e assim admirar a cidade.

Contudo há vários outros tipos de transporte bem interessantes para quem não quer andar muito e nem pegar transporte público. São opções que ainda proporcionam uma experiência diferente na Cidade Luz.

 

5 ideias para quem quer fugir do transporte publico

 

passeio-paris-carro-antigo

1) Uma voltinha de carro antigo

Já começo falando de uma opção que é pra te transportar para uma outra época. Um passeio de carro, mas não em qualquer um. Precisa ser um Citroën 2 CV, também conhecido como Deudeuche. Esse carro é um clássico francês e fez muito sucesso antigamente – chegou a ser um dos carros franceses mais vendidos.

Hoje se tornou um objeto de colecionador e um símbolo vintage de Paris. Há várias empresas que oferecem um passeio de 2 CV pelas ruas parisienses, dando ainda mais charme na sua viagem.

 

2) Passeio de Bicicleta

A bicicleta é realmente um meio de locomoção na capital francesa. Para fugir do transporte público, os parisienses usam a bicicleta diariamente. Além disso, a prefeitura de Paris tem incentivado cada vez mais o seu uso, através de novas ciclovias e um serviço de aluguel de bicicletas, conhecido como Vélib’.

Sendo assim, você mesmo pode alugar um vélib e passear pela cidade. É bem simples e você pode comprar o ticket pela internet, no site do Vélib’. Ah, vale ter um GPS para se orientar.

Uma outra alternativa é um passeio de bike acompanhado de um guia. Deste modo, você não precisa se preocupar com o trajeto, basta seguir o “mestre”.

 

passeio-paris-cruzeiro-sena

 

3) Cruzeiro pelo rio Sena

Se quiser ver Paris por um outro ângulo, a dica é fazer um passeio de barco pelo rio Sena. Você vai ver desde a Estátua da Liberdade (sim, Paris também uma hehe), passando pela Torre Eiffel, Museu d’Orsay, Catedral  de Notre-Dame, Jardim de Plantas, entre outros.

Para completar o passeio, você pode almoçar ou jantar no barco. Inclusive, é uma ótima opção para quem quer passar natal ou ano novo em Paris. As empresas, normalmente, preparam um jantar com menu especial e música/show para essas datas.

 

4) Tour de ônibus

É um clássico de cidades turísticas que pode ser interessante, pois você faz um passeio acompanhado de uma guia o qual vai dar várias explicações importantes dos principais pontos turísticos de Paris ou ainda te fazer olhar para detalhes que talvez passariam desapercebidos se você estivesse andando sozinho.

Além do passeio de ônibus, você pode comprar “combos”, como por exemplo City tour por Paris + cruzeiro pelo rio Sena, ou ainda City tour por Paris + Torre Eiffel.

 

passeio_retro_tour_paris

5) Um giro por Paris em uma moto retrô

Para os dias de sol e calor em Paris, que tal uma voltinha de moto? A dica aqui aqui é um “rolê” sentindo o vento na cara, em um “side-car” – uma moto que leva até dois passageiros.

Diferente da bicicleta, você não corre o risco de ficar perdido e também precisa ficar atento ao trânsito parisiense que não é um dos mais fáceis. Até momento, só conheço a empresa Retro Tour Paris que oferece esse tipo de serviço, tanto durante o dia quanto a noite.

 

E aí, você já fez algum desses passeios? Se sim, me conta como foi a experiência. Se não, tá esperando o quê? =P

Bisous!

Rafaela

 

⇒ Leia também:

Passeio em Paris: Ideias para quem já conhece a capital francesa

Transporte em Paris: Saiba como funciona

2 respostas

  1. Preciso de um roteiro de 3 dias em Paris acompanhada de uma idosa de 89 anos,, ou seja, precisamos de transporte q não seja metrô. Sem caminhadas longas.

    1. Oi Paulo,
      Infelizmente não consigo ajudar, pois não faço roteiro sob medida e não tenho experiência com esse tipo de situação.

      Obrigada pela visita,
      Rafaela

Para dúvidas, comentários, sugestões ou só para dar um Oi mesmo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *