Guia para explorar a região de Bordeaux e degustar bons vinhos

Guia para explorar a região de Bordeaux e degustar bons vinhos

Se você é uma pessoa apaixonada por vinhos, certamente precisa conhecer Bordeaux (ou Bordéus em português) e região. Situado no sudoeste da França, local onde é produzido o famoso vinho Bordeaux. Além de ser um destino turístico, é uma cidade universitária e com uma boa infraestrutura para os habitantes e turistas.

Embora seja uma cidade relativamente pequena – se comparada com Paris, costuma ser bastante movimentada e com diversas atividades o ano todo. Logo abaixo, você encontra os principais lugares para visitar e, claro, bons endereços para saborear um bom vinho e delícias da gastronomia francesa.

 

Lugares imperdíveis em Bordeaux

Para começar a montar o seu roteiro, eu sugiro reservar entre 2 e 3 dias para conhecer Bordeaux e arredores. Eu passei 3 dias e gostaria de ter ficado mais para explorar melhor esta região. Então fica a dica! 😉

Abaixo, coloquei os principais locais para visitar em Bordeaux, além de outras opções caso esteja mais tranquilo em relação ao tempo. E, claro, coloquei algumas sugestões de cidades com vinícolas para fazer um bate-volta de um dia.

cite-du-vin-em-bordeaux

Museu do vinho

Instalado em uma arquitetura toda moderna, o museu do vinho, ou La Cité du Vin, é um local fascinante. Totalmente dedicado à esta bebida milenar, o museu proporciona uma verdadeira experiencia em torno do vinho.

Há telas interativas que contam a história da bebida, assim como os diversos tipos e países produtores. Há ainda um espaço sensorial interativo, onde você pode aprender sobre os diversos tipos de aromas e demais elementos do vinho.

No final da visita, você chegará ao último andar, onde há um bar com vinhos do mundo inteiro, além de uma vista da cidade. O bilhete normal da visita inclui uma taça de vinho à sua escolha. Caso queira um pouco mais, o museu oferece vários ateliers de degustação.

Dica: o museu é grande e o acervo permanente bem rico, então o ideal é reservar pelo menos duas horas para fazer a visita completa.

Ingressos: a partir de 20€

 

grand-theatre-bordeaux

Grand Théâtre

Idealizado pelo arquiteto Victor Luis – o mesmo que projetou o Palais Royal e Comédie Française em Paris, o Grande Teatro é um patrimônio histórico preservado pela UNESCO.

O edifício chama atenção pela sua fachada no estilo neoclássico, com doze colunas alinhadas com as dozes estátuas instaladas no topo.

Atualmente, sede oficial da Ópera Nacional de Bordeaux, o Grand-Théâtre – que já foi usado pelo parlamento – é uma das mais antigas estruturas teatrais em madeira da Europa. que jamais fora queimado ou necessária a sua reconstrução. Além disso, detalhes do seu interior foram usados como inspiração para a construção da Ópera de Paris.

place-de-la-bourse

Place de la Bourse & Espelho d’água

Além de ser conhecida pelo seu vinho, a cidade de Bordeaux também é lembrada pelo seu grande espelho d’água, considerado um dos maiores do mundo. Considerado patrimônio mundial pela UNESCO, o espelho está situado em frente a Place de la Bourse e chama a atenção por refletir os belos edifícios de uma arquitetura francesa do século 18, instalados na praça.

A minha dica é ver o espelho durante o dia e noite. Durante o período noturno, a cidade e as construções ficam iluminadas, logo você consegue ver melhor o reflexo na água. É lindo!

 

Rue Sainte-Catherine

Uma das ruas de comércio mais longas da Europa, a rua Sainte-Catherine possui 1200 metros de comprimento e muitas lojas bacanas para fazer umas comprinhas. Nessa rua que você vai encontrar desde famosas lojas de departamento, como Zara e Mango, por exemplo, até butiques de marcas francesas locais. Também há vários cafés e restaurantes para recarregar as energias.

Quando estiver lá, dê uma passadinha na Galerie Bordelaise, um pequeno centro comercial antigo que ainda guarda resquícios da arquitetura do século XIX.

 

grosse-cloche-bordeaux

Grosse Cloche

Uma das mais antigas torres da França, a Grosse Cloche de Bordeaux são resquícios que sobraram da fortificação construída como defesa da cidade de Bordeaux. No alto da torre, está um grande e pesado sino (7.750 kg), fundado em 1775.

Uma curiosidade é que este sino toca até hoje, mas apenas em ocasiões especiais, dentre elas: primeiro de janeiro, 14 de julhos, entre outras. O local também já foi usado como prisão e hoje está aberto ao público para visitação.

Ingressos: 5€

 

jardin-public-bordeaux

Jardin Public

Lugar delícia e super tranquilo, o jardim público é uma área com muito verde ótima para fazer uma pausa, um piquenique ou um apéro.

O local possui banheiros, bancos, brinquedos para crianças, uma biblioteca e um pequeno museu de história natural. Está próximo do Monumento de Girondins e do Office de Tourisme.

 

Place du Parlement

Situada nos arredores do famoso “espelho da água”, a praça do Parlamento foi criada em 1760. O local é relativamente simples, exceto a fonte no centro da praça que é rica em detalhes e ornamentos, com influências do estilo italiano.

Perto da praça tem a rua Parlament Saint-Pierre com muitos bares e restaurantes e pode ser um bom local para comer ou beber um bom vinho Bordeaux. 😉

 

 

musee-aquitaine-bordeaux

Musée d’Aquitaine

Situado perto da catedral de Santo André, esse museu é dedicado à história de Bordeaux e sua região, desde a pré-história até os dias de hoje. Também há um grande acervo de objetos arqueológicos.

Ingressos: 5€

 

Cathédrale St-André e Tour Pey-Berland

Construída com estilo gótico e belos vitrais, a catedral de Santo André foi o local escolhido para a cerimônia de casamento de Aliénor d’Aquitaine com Luís VII, e também de Anne d’Autriche com Luís XIII.

Uma curiosidade é que a catedral levou mais de 400 anos para ser construída e depois disso passou por várias renovações e hoje é classificada como patrimônio da humanidade pela UNESCO. A torra ao lado foi construída depois, no século XV, para instalação de um sino.

 

Porte-Cailhau

Porte Cailhau

Antiga porta para defender a cidade que foi dedicada ao rei Charles VIII, por sido responsável pela vitória da batalha de Fornoue (Itália).

Você pode visitar o interior, onde há várias informações interessantes e, no último andar, ter uma vista bacana de Bordeaux e do rio que cruza a cidade, La Garonne.

Ingressos: 5€

 

 

Na região de Bordeaux

Não é apenas a cidade Bordeaux que é famosa pelo seu vinho, há outras cidadezinhas na região que também produzem vinhos que são apreciados no mundo todo. Médoc e Saint-Émilion são algumas opções. Sendo assim, uma vez na região, reserve pelo menos um dia para ver uma das cidades abaixo:

st-emilion

Saint-Émilion

Pertinho de Bordeaux, menos de uma hora de trem, está a pequena e charmosa Saint-Émilion. Como disse anteriormente, também é conhecida mundialmente pelos seus vinhos, classificados em uma lista oficial desde 1955.

Em um dia de passeio, você pode perambular pelas ruelas com construções de séculos passados e, o principal, visitar os Châteaux (castelos) e as suas vinícolas. Para essas visitas, te aconselho a reservar com antecedência pela internet. Alguns são bem concorridos e difíceis de ter vagas na hora. No site de turismo de Saint-Émilion, você encontra uma lista de Châteaux e informações de contato.

Caso não tenha reservado pela internet (foi o meu caso) ou não tenha muito tempo para fazer várias visitas. Tem um trenzinho guiado que sai da cidade, passa pelas vinícolas e faz uma parada em uma vinícola, para uma visita rápida, degustação de vinho e tempo para fazer umas comprinhas.

O bilhete do trem você compra no Office de Tourisme que fica no centro da cidade, super fácil de encontrar. Lá, você também pode pegar outras dicas de passeio e atividades.

 

Arcachon

Cidade praiana a menos de uma hora de Bordeaux, Arcachon é um charme e um ótimo lugar para comer peixes e frutos do mar fresquinhos. Para chegar até lá, você pode alugar um carro ou ir de trem (TER). As duas opções duram praticamente o mesmo tempo, entre 50 e 60 minutos.

 

Informações práticas

⇒ Ao chegar na cidade, vá direto ao Office de Tourisme. Lá você encontra mapas da cidades, informações importantes, além de tour guiados nas vinícolas da região.

⇒ O principal meio de transporte público em Bordeaux é o tramway, trem em português. Funciona super bem e o bilhete custa 1,70€. Há ainda um bilhete de 1 dia que sai 4,70€, e garante uso ilimitado de trem e ônibus durante 24 horas.

CityPass é uma ótima opção caso esteja pensando em explorar a cidade ao máximo. O passe inclui entrada em 20 museus e monumento, incluindo o museu do vinho, transporte público, descontos, entre outras vantagens.

 

Para continuar explorando a França:
O que fazer em Reims: Guia prontinho para um final de semana!

Descubra Giverny e os Jardins de Monet | Guia ideal para um dia

O que ver em Rouen: Roteiro pronto para um bate-volta de 1 dia

2 respostas

  1. Olá Rafaela, suas dicas são ótimas.
    Irei com minha esposa agora na segunda quinzena de novembro para Bordeaux.
    Ficaremos 3 dias inteiros por lá.
    Você considera que poderei fazer os passeios em dois dias e ir um para St Émilion. Tudo com trens?
    Seria melhor ficar hospedado no centro da cidade?
    Obrigado.

    1. Oi William,
      Dá para fazer St Émilion sim. Vc faz em um dia
      Uma dica para ganhar tempo nos dois dias em Bordeaux é usar o tramway 😉
      Sobre a hospedagem, Bordeaux não é super grande então até dá pra ficar um pouco mais afastado do centro.

Para dúvidas, comentários, sugestões ou só para dar um Oi mesmo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *