Transporte em Paris: Saiba como funciona

Transporte em Paris: Saiba como funciona

Assim como em outras cidades da Europa, o serviço público de transporte em Paris atende não só a capital francesa, mas também a região metropolitana. São 14 linhas de metrô e 300 estações. Sem contar as linhas de ônibus e de trem. Além disso, a geografia da cidade permite o uso de transportes alternativos, como a bicicleta por exemplo – opção bastante utilizada pelos franceses.

Embora o metrô seja mais rápido, eu sempre prefiro (e recomendo) pegar o ônibus ou caminhar. Acho que o trajeto se torna mais agradável quando você pode ver e admirar a cidade em movimento – ainda mais no caso de Paris.

 

Principais meios de transporte em Paris 

Basicamente você tem o metrô, o ônibus, o tramway (versão moderna do bondinho), os trens e ônibus noturnos. Todos os meios de transportes públicos são administrados pela empresa francesa RATP e possuem valores diferenciados, se comprados separadamente – vou explicar isso mais frente.  Para não ter erro e você não se perder, abaixo, te explico como funciona cada meio de transporte de Paris:

 

meios-de-transportes-parisienses

METRÔ

São 14 linhas e 300 estações para atender a cidade toda, de uma ponta a outra. Você sempre vai estar perto de alguma estação. As linhas são identificadas por números e cores – o que facilita vida de quem não fala francês. Em todas as plataformas, tem um painel indicando a linha, com o tempo de espera do próximo trem.

Na minha primeira vez em Paris, não falava nadica de francês, logo, achava os nomes das estações mega complicados. Então guardei o número e a cor da “minha linha” e saía tranquila, porque sabia se me perdesse era só achar uma linha que fizesse conexão com a minha.

⇒ Importante: durante a semana, o metrô circula das 5h30 até às 1h15 da manhã. Nos finais de semana fecha às 2h.

 

RER

A rede RER, rede expressa regional, nada mais é do que trens que ligam Paris e cidades dos arredores. Ao todo, são quatro linhas, sinalizadas por letras (A, B, C, D e E). Para visitar o Palácio de Versalhes e a Disney, por exemplo, você irá usar esse meio transporte.

Também funciona diariamente, no entanto há menos trens durante o final de semana. O ideal é verificar com antecedência os horários de trens. Pode ser no próprio site da RATP ou no Google Maps.

 

ÔNIBUS

As linhas de ônibus percorrem a cidade inteira e são identificadas por um número e nome. Há pontos de ônibus por toda a cidade, podendo ser com cobertura ou somente uma placa avisando a linha que para ali, além do trajeto, mapa e horários.

Nas paradas com cobertura, normalmente, tem um painel indicando o horário do próximo ônibus. Nesses pontos cobertos, também há uma entrada USB para carregar o celular. Não tenho se certeza se tem em todos, mas sei que você encontra na maioria.

Dentro dos ônibus, há um painel estático que indica o trajeto e um outro eletrônico que avisa qual é a próxima parada. Vale dizer que mesmo com todas essas informações é bom ficar atento, pois acontece frequentemente do motorista mudar ou encurtar o trajeto, de acordo com o trânsito nas ruas.

⇒ Dica: Os ônibus podem ser uma ótima opção para ver a cidade ao invés de pagar mais caro só para andar de “City Tour”.

bicicleta-em-paris-velib

BICICLETA

A prefeitura de Paris oferece o sistema de aluguel de bicicletas chamado Vélib’. É prático e econômico. Por toda a cidade, existem pontos de locação e você pode escolher entre uma bicicleta comum ou elétrica.

Há várias planos de aluguel que você consultar no e adquirir online, no site oficial do Vélib. Os mais interessantes para os turistas são, na minha opinião:

◊ V-LIBRE: você paga 1 euro (bike comum) se a locação durar de 0 a 30 minutos

◊ V-DÉCOUVERTE: um passe válido por 24 horas que custa 5 euros. Com essa opção você pode alugar o vélib quantas vezes quiser e usar por até 30 minutos (cada vez) sem custo adicional.

TRAMWAY

Talvez o meio de transporte em Paris que você vai menos usar. Eu mesma, praticamente nem uso. Espécie de bondinho moderno, o tramway possui oito linhas que conectam o centro de Paris com as regiões mais afastadas da cidade.

metro-em-paris-franca

Tarifas dos meios de transporte parisiense

Todos os bilhetes podem ser comprados nas máquinas de autoatendimento ou nos guichês, das estações de metrô e trem. Abaixo, você encontra os bilhetes mais interessantes para os turistas:

♦ Ticket t+: é um bilhete individual que pode ser usado em todas as linhas do metrô, ônibus, RER (dentro de Paris), tramway e no funicular em Montmartre. O bilhete individual custa €1,90 e um carnet (pacote com 10 tickets) sai €14,10. Você tem uma pequena economia se comprar o pacote com dez.

Um dica: evite comprar bilhetes direto no ônibus, pois custa €2,00 e não vale para os outros meios de transportes públicos.

♦ Paris Visite: você pode comprar um bilhete válido para 1, 2, 3 ou 5 dias. As tarifas variam de acordo com os dias escolhidos e as zonas que você deseja transitar.

→ Zonas 1 à 3: 1 dia, €11,65 – 2 dias, €18,95 – 3 dias, €25,85 – 5 dias, €37,25

→ Zonas 1 à 5: 1 dia, €24,50 – 2 dias, €37,25 – 3 dias, €52,20 – 5 dias, €63,90

♦ Navigo Découverte – É um cartão que pode ser recarregado por semana ou por mês. É uma boa opção para quem pretende ficar em Paris uma semana ou mais. Vale dizer que o cartão semanal, sempre começa a valer na segunda-feira. Não tente começar usar numa terça, esperando que vai contar sete dias corridos, porque não vai rolar. Para o uso mensal, começa a valer no primeiro dia do mês. O cartão Navigo custa €5,00 e a recarga semanal sai €22,15.

 

transporte-em-paris-rer

Dicas para usar o transporte em Paris

♦ A RATP criou um aplicativo especialmente para os turistas: Next Stop Paris. Disponível em mais de 10 línguas (inclusive em português), fornece itinerários, transfer para os aeroportos de Paris, além de outras informações práticas sobre o transporte em Paris.

Um detalhe que eu ADOREI é que o app funciona no modo offline, ou seja, você não precisa estar usando 3G ou wifi para usá-lo.

Não jogue fora o seu bilhete. Encontrar fiscais nas estações de metrô é mais comum do que você imagina. E caso não tenha mais o bilhete em mãos, terá que pagar multa.

♦ Assim como em todo lugar, procure se manter do lado direito da escada rolante. Deixe o lado esquerdo para as pessoas que estão com pressa.

♦ Caso não tenha certeza de que está na estação certa, do lado de fora sempre vai ter um mapa da região e as linhas para você se localizar.

♦ Cuide da sua bolsa. Há batedores de carteiras em Paris, principalmente, nos metrôs só esperando alguém dar bobeira. Procure deixar sua bolsa ou mochila em um local onde você possa ficar de olho.

 

E aí, já utilizou algum desses meios de transporte em Paris? Qual foi a sua experiência? Me conta!

 

⇒ Leia também:

Como se locomover em Paris? 5 ideias para fugir do transporte público

Hotéis baratos em Paris: Os melhores com diárias de até 150€

9 Peças indispensáveis para encarar o inverno europeu

14 respostas

  1. Rafa, ficarei 5 dias em Paris, é vantagem comprar o Ticket + ? ou compro o individual somente nos dias que for usar ..?
    ficarei hospedada perto da Bastilha
    obrigada

    1. Oi Sandra,

      Sim, vale se você pretende pegar o transporte público para trajetos mais distantes, como ir até a Torre Eiffel, por exemplo.
      Como comentei, um pacote com 10 ticket sai mais barato do que comprar individualmente.

      Bisous,

  2. Oi Rafaela, tudo bem?

    Bacana as dicas, vou esse mês para Paris e ficarei hospedada no Hotel Reseda, não tive escolha porque fechei um pacote de viagem, sabe me dizer se é muito perigosa essa região? Posso usar o metrô que é próximo e andar na rua, ou é melhor eu investir em um Uber/táxi? Quero utilizar o transporte público, mas estou com receio de ser assaltada andando na rua, ou saída do metrô.Agradeço a atenção! Abs.

    1. Oi Renata,

      Infelizmente não conheço esse hotel e nem a sua região. De modo geral, é tranquilo andar de transporte público em Paris.

      Espero ter ajudado.
      Bisous,

  3. Oi Rafa! Adorei o seu roteiro, vai me ajudar bastante! Chegarei em Paris de trem direto de Brugges, compro o pacote de 10 tickets na propria estação ferroviária? Para ir a Versalhes, posso usar um desses tickets no RER? De onde e em que horario me sugeres eu partir para chegar até o Palácio?

    Muito obrigada!
    Ana Carolina

  4. Oi Rafa , adorei o roteiro ! Você sabe se existem algum transfer como o easybus do aeroporto para o centro ? Estou com 3 malas e para ir de metro fica difícil ! O táxi tb é muito caro! Se tiver alguma dica seria ótimo ! Obrigada Fernanda

    1. Fernanda, Uber funciona super bem em Paris e no aeroporto de wifi que ajuda para pedir 😉

  5. Bom dia Rafaela, adorei as dicas.
    Fiquei em dúvida na compra dos bilhetes para o transporte urbano em Paris.
    Existe a possibilidade de comprar online antecipado?
    Obrigada

    1. Oi Zelir,
      É possível comprar/reservar pela web em sites autorizados os bilhetes de dias, mas o carnet que eu comentei você compra nos guichês ou nas máquinas de autoatendimento das estações.

  6. Oi Rafaela. EStamos em 6 pessoas, todos acima de 50 anos. Gostariamos de maiores informações sobre como utilizar UBER. O aplicativo que temos no Brasil é o mesmo que usaremos quando chegar em Paris?
    Qual o local que eles param para nos apanhar no aeroporto CDG? tem ideia do custo, do aeroporto até o centro de Paris?

    1. Oi Elenice,
      Sim, é o mesmo aplicativo que você vai usar e eles param perto dos taxis. O valor pode variar, mas digamos que vai ser entre 30 e 40 euros, mais ou menos.

  7. Boa noite, estarei em Paris dia 10 de agosto, chegaremos pelo aeroporto de orly, qual a melhor opção para ir a estação gare du nord para embarcar para Bélgica, Dendermond.?
    Agradecemos sua orientação.
    Muita paz.

    1. Oi Marco,
      Você pode pegar o Orlybus até Denfert-Rochereau e de lá pegar o metrô, linha 4, até Gare du Nord. Segunda opção é pegar um táxi ou Uber.

Deixe uma resposta para Ana Carolina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *