Détaxe na França: Saiba como pedir reembolso das suas compras

Détaxe na França: Saiba como pedir reembolso das suas compras

Vamos combinar que fazer compras durante a viagem é tudo de bom! Mas pagar impostos nem tanto assim, não é?! Entretanto se a sua viagem for dentro da União Europeia, você não precisa pagar as taxas embutidas nos produtos. Quer dizer, você paga os impostos, mas solicita reembolso depois, através do détaxe. E como percebi que muitas pessoas ainda desconhecem esse direito ou então já ouviram falar, mas não sabem como proceder, fiz esse post para explicar tudinho. No final, você vai perceber que não é tão complicado quanto parece. Vem ver!! 🙂

 

detaxe-pablo

COMO FUNCIONA O DÉTAXE

Assim como no Brasil, a União Européia também tem impostos, o famoso IVA. Então o détaxe é uma forma de receber de volta parte do imposto sobre consumo pago em compras realizadas na França, e países da União Europeia, durante sua estadia.

Então se você reside fora da União Europeia (e ficou menos seis meses) e tem 16 anos ou mais, você tem direito a uma restituição de IVA (ou GST) em itens selecionados, se a quantidade de suas compras for maior ou igual a 175€ e forem feitas no mesmo dia, na mesma loja. Você receberá um reembolso de 12% do valor do produto comprado. (Fonte: France.fr)

 

detaxe-franca-compras

 

COMO FAZER DÉTAXE NA FRANÇA

1 → Na hora de pagar as suas compras, de 175€ ou mais, você informa ao vendedor que deseja pagar sem imposto (détaxe, em francês);

2 → O vendedor solicita o seu passaporte e faz um recibo de exportação o qual deverá ser carimbado pela alfândega do aeroporto;

3 → No aeroporto, antes de fazer o check-in, vá até um guichê de détaxe e apresente todos os seus recibos, para que sejam carimbados. O procedimento de validação é rápido até, pois pode ser feito no guichê ou através leitura óptica de códigos de barra PABLO (Programme d’Apurement des Bordereaux de vente en détaxe par Lecture Optique des codes barres);

4 → Feita a validação, você escolhe como quer receber o reembolso. Para receber no cartão de crédito, você  coloca o formulário válido em um envelope, deposita na caixa de correio (dentro do aeroporto mesmo) e guarda uma cópia do formulário. Se prefere receber em dinheiro, basta ir até o guichê de devolução e escolher se prefere receber em Euro, Dólar ou Real.

 

detaxe-franca-lafayette

 

DÉTAXE: INFORMAÇÕES IMPORTANTES E DICAS

◊ Coloque as suas compras em um lugar de fácil acesso, pois talvez seja necessário apresentá-las na hora da validar seu formulário de reembolso. Por isso, é melhor fazer o processo antes de despachar as malas.

◊ Nos aeroportos de Roissy-Charles de Gaulle, Orly, Lyon, Marignane, Nice, Genebra e terminal portuário em Marselha e fronteira suíça, em Saint-Julien-en-Genevois, é possível encontrar terminais eletrônicos equipados com leitor de código de barras capaz de ler e processar os recibos de exportação emitidos pelos comerciantes filiados com os dois principais operadores Duty-free, Premier Tax Free e Global Blue.

◊ Lojas de departamento, como Galeries Lafayette e Printemps, são boas opções para atingir o valor mínimo do détaxe. Como reunem várias marcas, você não precisa gastar em apenas um único lugar, o que conta é soma total das compras feitas dentro da loja. No caso das Galerias Lafayette, ao final das compras, você vai até o balcão de atendimento ao cliente (andar -1) e faz o procedimento.

◊ Muito lojas já estão fazendo o desconto dos 12% na hora do pagamento ou fazendo o reembolso no ato da compra. Mas mesmo assim, você precisará validar o recibo de exportação no aeroporto. Pois as lojas precisam receber uma confirmação do governo que o cliente finalizou o processo. Caso contrário, a loja pode cobrar o valor que havia sido descontado.

◊ Alguns produtos, devido às suas características, não são elegíveis para o reembolso do IVA. Estes são: mercadorias sujeitas a formalidades especiais (tais como as decorrentes da Convenção de Washington, ou a regulação de bens de dupla utilização, drogas…); cigarros; armas; bens culturais; meios de transporte privados e os seus equipamentos de capital e reabastecimento (alimentos, combustível…).

 

Fazer o processo de détaxe é pouco chatinho sim, mas são 12%, né?! Hehe E você pode até usar esse dinheiro para fazer mais umas comprinhas no Duty-free, enquanto espera a hora de embarcar. 😉

 

Bisous!

 

LEIA TAMBÉM:

Conheça 16 aplicativos essenciais para uma viagem à Paris

Vocabulário de francês essencial para não fazer feio em Paris

Super dicas de Paris para você embarcar com tranquilidade

10 respostas

  1. Algumas lojas em que solicitei a detaxe em Paris e em Londres não me deram envelope, apenas o formulário. Nesses casos, como devo fazer? Compro envelopes em algum lugar? E como devo preenchê-los?

    1. Oi Aldine! Td bem?
      Olha, o mais importante não é o envelope, sim o recibo de exportação para ser carimbado pela alfândega. Lá no aeroporto mesmo (perto dos guichê de détaxe), você encontra envelopes caso queira solicitar o reembolso no cartão de crédito.

      Espero ter ajudado! 😉

      Bisous!

  2. Bom dia,
    Como vou embarcar muito cedo, imagino que o guichês de détaxe estejam fechados. Não sei se acertarei usar os “Pablos” para fazé-lo.
    Posso fazer em alguns outros locais aqui em Paris.
    Gostaria de saber como funciona, se terei que levar as mercadorias e se é legítimo fazer isso. Parece tão mais fácil do que enfrentar aquelas filas enormes do CDG!
    Dessa vez embarcarei de Orly ( pq estou viajando TAP.
    Obrigada antecipadamente.
    Helená

    1. Oi Helena,
      Sim, você pode fazer o antes, em pontos de atendimento Pablo.
      A questão de levar os itens comprados é sorte. Pode ser que não peçam para ver nada, ou o contrário.

      Bisous!

  3. Nao consegui passar pelo detaxe antes do embarque.
    Estou com todos os recibos e formulários. Consigo enviar por Fedex para ressarcimento do IVA?
    Nao sei qual seria o endereço.

    Obrigado!

    Ana

    1. Olá, Ana!
      Olha, até onde eu sei, você faz antes de sair dos países que oferecem essa opção até mesmo pq pode acontecer deles pedirem para ver suas compras…
      No site do Serviço Público francês também não encontrei nada falando a possibilidade de fazer à distância.

  4. Olá!!! Eu vou chegar por Paris, mas vou voltar por Lisboa. Durante minha estadia em Paris, consigo fazer esse processo em algum lugar da cidade?

    Obrigada!

  5. Pessoal, estive na França em Novembro do ano passado e até agora não tive o reembolso no cartão. Em contato por email com a Global Blue, o atendente me informou que, de acordo com a legislação Francesa, para ter direito ao reembolso as compras não podem ultrapassar 15 itens (segundo ele deixa de caracterizar como item de uso pessoal). O mais estranho é que, quando eu depositei o envelope, eu tive que passar pela alfândega e o fiscal carimbou meu formulário sem falar nada.
    Outra coisa mais estranha ainda é que, em outra compra, que escolhi o reembolso em dinheiro, tinha muito mais que 15 itens e ninguém questionou nada.
    Pedi pro atendente da Global Blue me informar o número da lei e o artigo que impõe essa restrição. Vamos ver se ele me responde. Alguém tem essa informação?

  6. OLA! Viajei no incício de setembro para a França e meu reembolso fdo tax free oi soclicitado pelo cartao de crédito e ate hoje náo recebi. Vc sabe como posso saber se vou receber ainda?

    1. Oi Juliana, não estou muito por dentro dessa situação, mas tenta ver com seu banco e seu cartão de crédito.

Para dúvidas, comentários, sugestões ou só para dar um Oi mesmo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *